Livros

Aqui poderá saber mais sobre cada um dos livros do autor. As obras estão ordenadas por ordem decrescente de publicação e nesta lista não constam as antologias em que participou.

E Depois do AVC... a vida continua! é uma obra coletiva, escrita por sobreviventes de AVC e seus cuidadores. São vinte e um testemunhos inspiradores ligados pela resiliência e positivismo que pontifica e comanda a vida destas pessoas.

«Quando a minha muito estimada amiga e colega Ana Alves me convidou para participar neste projeto, não imaginava que viesse a sentir, ao longo da leitura dos vários testemunhos, emoções tão intensas. Talvez pelo meu passado ligado à história de vida – e de doença – de vários sobreviventes de AVC, que acompanhei como fisiatra e que recordo com muito carinho, talvez pela minha sensibilidade apurada para estas questões ligadas à sobrevivência e à deficiência, a verdade é que senti cada palavra, cada sofrimento, cada conquista, cada alegria destes vinte e um autores.»

Manuela Mota Ribeiro, no prefácio.

O livro pode ser adquirido pelo preço simbólico de 3 € (incluindo portes). Para mais informações consulte o site da Portugal AVC ou envie uma mensagem para [email protected].

AVC do Amor é um texto de ficção, baseado na realidade e que relata, de uma forma “leve”, não espiritual (como frisa o autor) e bem-humorada o dia a dia de uma paralisia causada por um AVC. Neste relato, o autor, ele próprio tetraplégico (consequência do grave AVC que o atingiu), faz um relato muito verosímil e realista dessa condição, misturando-o com duas grandes paixões, trechos onde liberta o seu lado mais romântico.

Intenso, Muros e Amor, é um livro de poemas profundos e carregados de emoções. Luís Abreu pretende transmitir, sem qualquer pudor, conceitos e sentimentos diversos. Desde a dor da perda, à angústia, à paixão ou mesmo ao amor incondicional, esta obra transmite o amor e os bloqueios do autor e toca-nos a alma comovendo-nos. Através dos versos, com este livro, o leitor é levado às paisagens do autor. Muros e Amor é um misto de sonho e crueldade no que há realidade do autor diz respeito. A escrita desconcertante de Luís Abreu, impressa neste e outros livros, representa a exorcização das suas emoções mais recônditas que, apesar de íntimas, serão partilhadas nestas páginas com aqueles que, como Luís, são amantes de poesia.

Fragmentário é uma obra que procura transmitir as emoções do autor usando, para isso, pequenos poemas sem métrica nem rima. Quase totalmente escrito depois da paralisia que o afecta, é um livro que tenta retratar as angústias do autor de uma forma poética. Como diz, no prefácio, o professor Américo Morgado, Fragmentário é sobretudo um livro surrealista que remexe os escombros da consciência e nos comove até às lágrimas. Através dos versos, com este livro, o leitor é levado às paisagens do autor. Fragmentário é um misto de sonho e crueldade no que há realidade diz respeito. É desconcertante e provocará, com certeza, sentimentos muitos conforme a personalidade e o estado de espírito de cada leitor.

Insónia é uma obra que procura através da poesia transmitir os sentimentos do autor. Escrito, na sua maioria, durante a noite, de onde deriva o título e vários poemas, Insónia transmite, principalmente, solidão e amor. O livro procura transmitir esses sentires através de imagens simples, jogos de palavras e sons. Composto por poemas sem rimas, mas de grande intensidade, Insónia, é um livro de emoções, sentimentos e desejos.

Nota: Excluindo o «E depois do AVC...» (responsabilidade da Portugal AVC), todos os meus livros estão esgotados e, tirando o «Insónia» - definitivamente esgotado -, só posso pedir blocos de dez livros, por exemplo três «Fragmentário», três «Muros e Amor» e quatro «AVC Do Amor». Podem ser pedidos menos, mas a entrega fica dependente do atingir da encomenda mínima (no somatório dos pedidos de várias pessoas). Peço desculpa, mas as editoras fazem o que querem.